Buscar

Banho em cachorro: qual a frequência ideal?

É muito gratificante ter um ou mais cachorrinhos. Eles definitivamente são uma das alegrias da casa, não é mesmo? Chegar em casa e vê-los saltitando de alegria, o rabinho mexendo rapidamente e eles já procurando um brinquedo para trazer para a gente brincar!


Além de toda farra, é essencial cuidarmos da frequência dos banhos dos nossos cachorros, por ser algo fundamental para a saúde e o bem-estar deles.


Eles precisam tomar banho assim como a gente também toma, mas além de cuidar para que eles fiquem cheirosos e macios, é necessário a utilização dos produtos adequados. Todo cuidado é importantíssimo para que eles não fiquem doentes, com alergias e até mesmo com fungos.


Você sabe como dar banho em seu cão? Quais os produtos ideais? E a frequência de banhos? Calma que trouxemos diversas informações importantes para você ficar craque no assunto. Vamos lá?




COMECE A DAR BANHO NA FASE CORRETA DO ANIMAL


É de suma importância dar banho neles após a fase do desmame, porque antes disso o sistema imunológico está fraco, além do que, eles só estarão imunizados após tomar todas as vacinas recomendadas.


Entretanto, caso o filhotinho precise de um banho, certifique-se com um veterinário quais os produtos adequados para essa fase e qual a forma correta de aplicação.



COMO DAR BANHO NOS FILHOTINHOS?


Como estão com o sistema imunológico frágil, o ideal é dar banho seco, utilizando uma toalha úmida para limpá-los. Pegue uma escova para cachorros e passe nos pelos, desfazendo nós e realizando a devida limpeza. Lembre-se de utilizar um shampoo/sabonete ideal para esse tipo de limpeza.


Caso o bichinho ainda esteja sujo, repita novamente o procedimento.


Caso não dê banho nessa fase, não se esqueça de limpar o seu rosto, tirando crostas e sujeiras.



QUAIS OS PRODUTOS ADEQUADOS PARA ELES?


Você sempre pode consultar um médico veterinário para isto e assegurar-se de que está comprando o produto certo. A pele dos cachorros é diferente da nossa, já que o pH deles não é igual ao nosso. Logo, utilizar os nossos produtos para dar banho em cachorro pode ser muito prejudicial, provocando alergias e irritações.


O ideal é sempre utilizar produtos quimicamente feito para uso em pets.


Tome cuidado com a temperatura da água! A temperatura tem relação com o ambiente em que será dado o banho.


Primeiramente, você deve averiguar qual o local em que os banhos serão dados e se há perigo de escorregar e até mesmo de quedas.


Se você morar em uma casa com quintal, nos dias quentes, você poderá dar banhos com uma mangueira ou um balde, como preferir. Evite que eles passem muito tempo molhados para não prejudicar a saúde deles.


Caso você more em um apartamento e o clima for mais frio, escolha um local fechado e dê banho com água morna. Isso é necessário porque se o ambiente não for um local fechado e vier uma corrente de ar gelado, ele pode ficar doente, e claro, não queremos isso!


Nada de água muito quente, ok? Não queremos machucar a pele deles com queimaduras!





QUAL A FREQUÊNCIA IDEAL DE BANHOS NO MEU BICHINHO?


Não há um tempo exato. Isso depende bastante de como é o seu animal.

O quanto ele se suja? Se isso acontecer com frequência ou algumas vezes no mês, dê um banho seco com uma toalha úmida para tirar a sujeira. Dar banho com muita frequência faz mais mal do que bem, sabia?


Atenção com a pelagem: se seu cachorro tiver pelo curto, é indicado que ele tome banho a cada 15 ou 30 dias. Se ele tiver o pelo mais longo, a cada 15 dias. Se o pelo do seu animal for mais oleoso, ele pode tomar banho 1 vez por semana.


Chegou o inverno, e agora? Reduza a quantidade de banhos e procure dar banhos em dias mais quentes. Você também pode apostar nos banhos a seco para evitar prejudicar a saúde do cão.



COMO PREPARAR O BANHO EM CACHORRO?


Pegue todos os itens necessários: shampoo, sabonete, dentre outros itens que o seu veterinário possa ter recomendado, toalha e escova de pelos. Depois, escolha o ambiente ideal e prepare um banho morno sem risco de quedas.



CUIDADO COM AS ORELHAS!


Um cuidado extremamente importante é com as orelhinhas dos cachorros, sabia? Elas não podem ser molhadas na parte interna, então deve-se ter bastante cautela no momento de dar o banho. Muitas pessoas usam algodão dentro do ouvido para evitar que molhe, mas você também pode segurar com as mãos para evitar que a água entre.



BANHO EM CACHORRO: HORA DE SECAR!


Bom, banhos diários são prejudiciais para eles, já que estaremos removendo a gordura que dá proteção à sua pele. Desse modo, ficarão expostos a fungos, parasitas e até mesmo a alergias, levando ao enfraquecimento do sistema imunológico e deixando-os suscetíveis a doenças.



PROBLEMAS DE PELE


Caso o seu bichinho tenha problemas de pele, leve-o ao veterinário para ter um acompanhamento utilizando os produtos que não farão mal para ele.


Como os banhos não podem ser dados com muita frequência, uma forma de higienizar o pet é utilizar a escova de pelos diariamente para remover as sujeiras e espalhar o óleo natural que ele mesmo tem, principalmente se o seu cachorro solta bastante pelo. Além de cuidar da higiene, também ajuda a evitar os nós.




CONCLUSÃO


Só para relembrar os pontos principais…


Lembre-se que o clima deve estar quente, escolha o ambiente ideal para o banho e os produtos adequados, dê banhos mornos e da forma correta, utilizando a escova de pelos também para tirar os nós, e não os deixe molhados por muito tempo para não fazer mal à saúde dos pets. Pronto! Depois do banho já podem voltar a brincar!


Agora você está craque em como dar banho em cachorro, né? Seguindo os nossos passos não tem erro!








6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo