Buscar

Fevereiro Roxo

e a Prevenção de Doenças em Animais Idosos e Doenças Neurodegenerativas.


Fevereiro é o Mês de prevenção de doenças em animais idosos e doenças neurodegenerativas.


A Síndrome de Disfunção Cognitiva Canina (SDCC) é uma doença neurodegenerativa crônica e progressiva, que acomete animais idosos, acarretando em alterações em todo o organismo do animal, principalmente no sistema nervoso, cursando com sinais clínicos em sua maioria comportamentais. É uma afecção que vem ganhando a atenção dos profissionais, sendo na maioria das vezes uma doença subdiagnosticada, uma vez que os tutores relutam em reportar as alterações observadas no animal por acreditar que os sinais apresentados são normais do envelhecimento. É uma doença que não tem cura e acaba afetando a relação do tutor com o animal. Sendo assim, essa revisão bibliográfica tem por objetivo relatar a doença como um todo, permitindo o conhecimento da etiologia, fisiopatogenia, os sinais clínicos observados, a melhor forma de diagnóstico, as diferentes aborgadens terapêuticas possíveis e seu prognóstico. O conhecimento e reconhecimento desta afecção permitirá ao clínico proporcionar qualidade de vida e longevidade ao animal acometido.


A partir dos 6 anos, os cães já podem começar a demonstrar os primeiros sinais clínicos de alterações relacionadas com a senilidade. Fazer as necessidades fora do local habitual, vocalização, sinais de desorientação são alguns exemplos.


A observação dessa mudança comportamental pode ser o primeiro passo no diagnóstico precoce. A estimulação dos pets com exercícios, brincadeiras interativas o mais cedo possível, pode minimizar os efeitos deletérios da doença amenizando o sofrimento e retardando a sua evolução.


Se não houver cura que, no mínimo, haja conforto!


#dicasdeblog #fevereiroroxo #laboratoriosduprat

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo